Jorge Alves

O locutor Jorge Alves, empregado da Emissora Nacional, tinha um contrato com uma rádio brasileira, enviando para esta um programa regular. Em 1954, a direção da rádio de Estado decidiu eliminar a colaboração deste e de qualquer outro locutor com rádios portuguesas e internacionais, fixando-lhe o regime de exclusividade. Alguns locutores não gostaram muito, porque isso retirava uma fonte de rendimento não despicienda. Dos que contestaram, ressalto Artur Agostinho e Domingos Lança Moreira, aquele abandonando a locução direta mas formando uma empresa (Sonarte), este deixando mesmo a Emissora Nacional.

Agradeço a Gonçalo Pereira o ter-me facultado estes documentos sobre a proibição de colaboração externa de Jorge Alves.



Citar este post
Rogério Santos (2021, 25 Junho). Jorge Alves. HISTÓRIA DA RÁDIO EM PORTUGAL. Recuperado em 29 de Maio de 2024, de https://doi.org/10.58079/t7sz

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search