Rádio Clube Português 2

A rádio é, ainda hoje, o melhor meio de comunicação. Nem a televisão nem a internet, através das redes sociais, dão tanta alegria e informação exata e sucinta que a rádio. A televisão prolonga artificialmente o tempo dos noticiários para dar a sensação de atualidade; na internet, muitas vezes, o ódio de quem escreve distorce a realidade e leva a notícias falsas e amplia teorias da conspiração.

Mas a rádio vive na realidade e reflete a vida social e política; logo, também participa e engaja-se nos acontecimentos. Dou dois exemplos marcantes de Rádio Clube Português, a comemorar agora 90 anos que começou a emitir. O primeiro exemplo foi a adesão de Jorge Botelho Moniz, um dos patrões da estação, à fação de Francisco Franco na guerra civil de Espanha (1936-1939). Tão tendencioso nunca deu notícias do lado republicano e no poder legalmente. Botelho Moniz foi o obreiro dos Viriatos, voluntários portugueses que lutaram ao lado de Franco. Ele mesmo acompanhou as tropas falangistas e fez reportagens regulares para o “Diário de Lisboa”, assinando-se pelo nome e, depois, por XYZ.

No golpe de Estado que acabou com o regime do Estado Novo, em 25 de abril de 1974, Rádio Clube Português terá sido a estação mais ao lado dos revoltosos. Primeiro, porque a sua localização geográfica era útil aos militares revolucionários; depois, porque os locutores aderiram rapidamente ao movimento militar e leram os comunicados das Forças Armadas. De tal modo, a estação passou-se a intitular-se a rádio da liberdade.

Recortes: Diário de Lisboa, 11 de dezembro de 1936, 18 de janeiro de 1938; Diário Popular, 25 de abril de 1974, 25 de maio de 1974; capa de livro de José Matos Maia.



Citar este post
Rogério Santos (2021, 19 Abril). Rádio Clube Português 2. HISTÓRIA DA RÁDIO EM PORTUGAL. Recuperado em 13 de Junho de 2024, de https://doi.org/10.58079/t7st

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search