Um benefício da rádio

Um bandido fez-se passar por Lorenz Poczateck, antiquário americano então muito conhecido. Ele pedia a joalheiros clientes para levar para casa peças antigas e para melhor as conhecer, avaliar e indicar o valor de cada uma. Até passava recibo.

Claro que, como farsante, não devolvia as peças. Um dia, alguém lembrou-se de passar um programa na rádio, contando o modo de operação dele. Um joalheiro ouviu o programa e telefonou à polícia, indicando ter agendado receber o impostor. Este não tinha aparelho de rádio, não ouviu o programa e apresentou-se calmamente na casa do cliente. A polícia já estava à sua espera.

[Crónica Masculina, 9 de fevereiro de 1957, com capa desse número com a modelo inglesa June Roberts].


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search